Atendimento Online
 
FAQ
Perguntas e respostas sobre exportação... entenda algumas novidades...
 
ISPM - 15
Veja as novas normas que foram implantadas para que você consiga exportar ou importar com segurança...
 
Produtos Vegetais e Agropecuários
Informações e legislações sobre alguns produtos como: café, milho, amedoim e muitos outros...
 
Informes
Saiba quais são as novidades sobre exportação, importação, legislações, normas e algumas outras coisas.
 
Serviços
> Vistoria e inspeção de cargas
> Controle de pragas
> Certificados
> Acompanhamento de cargas
> Serviços marítimos
 
Parceiros
Abrafit Entre no site Associação Comercial de Santos
CLube da Ancora


Faq / Dúvidas Freqüentes

QUAIS PRODUTOS ESTÃO REGULAMENTADOS PELA NIMF N°15?
Embalagens de madeira bruta coníferas e não coníferas. Entre as quais se incluem: paletes, madeiras de peação, engradados, bloquetes, caixas, calços, cantoneiras, etc.

QUAIS AS EMBALAGENS DE MADEIRA EM QUE NÃO SE APLICA O DISPOSTO NA NIMF N° 15?
Embalagens de madeira fabricada e em sua totalidade de produtos derivados de madeira industrializada, tais como aglomerados, compensados, ou qualquer outra madeira que utilize em sua fabricação a mistura de cola, calor e pressão. Também se exclui as embalagens de madeira como centros de chapa, lã de madeira, ou mesmo madeira bruta cortadas com pequena espessura (menor que seis milímetros).

QUAIS OS TRATAMENTOS APROVADOS PELA NIMF 15?
- Térmico (HT): Temperatura de 56°C, no centro da madeira, durante 30 minutos, no mínimo
- Brometo de metila: Fumigação com brometo de metila conforme tabela abaixo:

As temperaturas mínimas não deverão ser inferior a 10°C e o tempo de exposição mínimo deverá ser de 16 horas*
* Alguns países exigem que a temperatura mínima seja um pouco mais alta.

O QUE SE REFERE A MARCAÇÃO CITADA NA NIMF 15?
A marcação é feita nas embalagens de madeira para identificá-las em que país foi tratada, por quem e qual foi o tratamento que ela sofreu, conforme ilustração abaixo.

Esta marca deverá incluir pelo menos:
- Símbolo IPPC
- Código de duas letras conforme a ISO, seguido de um número designado pela ONPF que identifica o credenciamento da Empresa.
- Uma abreviatura que identifique o tratamento aprovado em que a embalagem foi submetida
As marcações deverão também:
- Serem legíveis
- Serem permanentes e intransferíveis
- Serem colocadas em um local visível, em lados opostos da embalagem certificada.
Deverá ser evitada as cores laranja ou vermelha, pois estas cores são utilizadas para identificação de mercadorias perigosas.
As embalagens de madeira reciclada, refabricada ou reutilizada deverão ser tratadas e marcadas de novo.
As madeiras de peações também deverão ser marcadas e tratadas.

A EMISSÃO DE CERTIFICADO É OBRIGATÓRIA?
A NIMF 15 não estabelece a exigência de emissão de Certificado de Tratamento, porém sua emissão deve ser feita, pois:
- É exigência da legislação brasileira;
- Facilita o desembaraço da mercadoria no destino
- Em alguns países está sendo exigido pelos fiscais para confirmação do tratamento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Santos Inspection Serv. Fitos. Ltda© 2005 Todos os direitos reservados            webdesigner: Gabriel Lima